quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

TJD-AL nega novo pedido do Murici

A novela envolvendo o Murici em relação à insatisfação de sua diretoria por causa da mudança na tabela do Campeonato Alagoano, efetuada pela Federação Alagoana de Futebol (FAF), parece estar longe de chegar ao fim. É que na tarde desta terça-feira o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas (TJD-AL), Dartagnan Fireman, negou um pedido de embargo de declaração, feito pelo clube na última segunda-feira. Como detalhe, Fireman já havia negado o pedido de liminar ao Murici, de forma monocrática, na segunda-feira.
“O embargo de declaração é um pedido de revisão de uma decisão tomada preliminarmente. No pedido do clube, eles alegam que houve omissão da minha parte, mas rejeitei o novo pedido porque entendi que na minha decisão eu não encontrei os elementos necessários para conceder a liminar. Como eu não concedi os embargos, o mérito será julgado agora pelo Pleno do TJD", declarou o presidente do órgão, acrescentando que o julgamento do mérito deverá ocorrer em sessão a ser realizada na próxima semana.
"As sessões são realizadas sempre às quartas-feiras, mas nada impede que, se for o caso, eu marque uma sessão extraordinária na quinta”, observou Dartagnan Fireman, em entrevista ao Globoesporte.com/al, nesta terça-feira, informando que o relator desse processo será o auditor Rogério Melo.

Nenhum comentário: